ETE . Estação Tratamento Efluentes

ETE . Estação Tratamento Efluentes
ETE . Estação Tratamento Efluentes
ETE . Estação Tratamento Efluentes
ETE . Estação Tratamento Efluentes

Sistema UASB / FAS / DS

Este  sistema apresenta as seguintes vantagens:

-Produção de lodo estabilizado
-Reduz o volume descartado mensalmente
- Fácil operação e manutenção
-Indicado para climas tropicais, uma vez que nesse clima a temperatura é ideal para o desenvolvimento biológico (ideal para o Brasil)
-Baixo custo energético, fato associado ao reator UASB
-Eficiência na remoção de DBO (Demanda Bioquímica de Oxigênio de aprox. 80% e sólidos suspensos totais de 85%).


UASB - UPFLOW ANAEROBIC SLUDGE BLANKET

Tecnologia de reatores UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket) que consiste em um tanque onde os microorganismos anaeróbios degradam os produtos do esgotos.

FAS - FILTRO AERADO SUBMERSO

Pós tratamento do efluente gerado no UASB, conhecido como Filtro Aerado Submerso (FAS). Esse processo alia bactérias aeróbias que auxiliam no processo de remoção de poluentes remanescentes

DS - DECANTADOR SECUNDÁRIO

O Sistema de decantador secundário tem função de separar os sólidos formados que não foram retidos na etapa anterior, e melhorar a qualidade do efluente.

LODOS ATIVADOS

 Os Sistemas Biológicos com a tecnologia de Lodos Ativados tem capacidade de tratamento de efluentes industriais e sanitários. Apresenta configurações com tanques aerados, decantadores e reciclo de lodo.
A sua elevada eficiência na remoção de matéria orgânica e sólidos suspensos promove sua vasta aplicação em sistemas de saneamento.
O escopo de fornecimento da Gratt possui as principais variações do sistema de lodos ativados, que aliam a elevada eficiência e atendimento às exigências legais.

Voltar ao Topo